Valladolid: coisas para fazer em um dia 2


Hoje eu vou lhe dizer de Valladolid (também chamado Pucelle), uma cidade em que eu morava dois anos e eu recomendo que você vá no verão ou primavera, e no inverno o clima é bastante frio. Aqui eu escrevo como eu iria planejar uma viagem para Valladolid se apenas que viesse a acontecer 24 horas, misturando turismo, tapas e diversão.

A primeira coisa que você deve fazer se você vai de carro é deixar o outro lado do rio, (se possível, a feira ou ambiente) já que a maioria de zona azul da cidade. Depois de ter estacionado você pode ter que ir para o Plaza Zorrilla, um dos mais emblemáticos da cidade,também onde você pode ver a academia Cavalaria. Após a Santiago Rua (as lojas) Você chega a um Plaza Mayor remodelado que sem atingir o nível de Salamanca ou Madrid, é uma das mais bonitas da Espanha (pelo menos para mim).

Uma vez lá 5 você tem a ata da Igreja Velha ea Catedral, dois dos lugares mais representativos em Valladolid. Certamente, me disse uma vez que os casais são feitos em frente à porta do primeiro é apenas um casamento foto lá, Eu, pelo menos espero que não seja verdade…

Outros sites que eu recomendo, dada a sua proximidade, está construindo ou Santa Cruz Praça Universitária, neste último, se sois estudantes, Eu aconselho a não conteis leões como existe uma lenda que a pessoa que não aprova esse ano. Além disso, você deve chegar perto da Plaza de San Pablo, onde a igreja está com o mesmo nome (que na minha opinião é a mais bonita de toda a cidade). À sua direita, você verá uma rua de pedestres onde há uma estátua do grande Chillida, e fica em frente ao Palacio de Pimentel, um edifício pertencente ao Conselho de Valladolid, onde nasceu Felipe II.

Como até então eu vou ser hora do almoço eu ofereço duas possibilidades:

1-Ir de tapas: As áreas que eu recomendo são: a área da Plaza Mayor (não é barato, mas se você comer bem), o San Martin (não comer mal e é mais barato) e zona de Coca (muito parecido com o Plaza Mayor). A Valladolid ainda não espetos gratuitos, assim que esta opção não é recomendada, mas você quer gastar um monte de dinheiro.

2-Comer em restaurante: Todo o centro está repleta de restaurantes que não são exatamente barato, mas sempre menus tentadores, alguns dos mais conhecidos são o Tasquita, Jero ou o Grill. Se eu sair um pouco do centro, eu recomendo o pancake Eh Voila é econômico e bom come.

À tarde, recomendo visitar o Campo Grande, que é tão perto da natureza na cidade, ou ir ao Museu da Ciência, que é totalmente diferente do resto, embora possa ser um pouco fora, e, finalmente, um andar na rua Manteria (junto à Praça de Espanha) com abundantes lojas de todos os tipos.

Em relação à noite, Valladolid tem quatro áreas distintas, embora eles estão juntos. A área mais cara é a Coca, coloque um pouco elitista que está junto à Plaza Mayor, zon é após a San Miguel, que destaca os bares discotecas e finalmente áreas Portugalete e Cantarranas, que predomina na cerveja e Ripple e são muito bem para começar a noite. Como imaginareis, essas áreas também diferem no tipo de pessoas e música: Coca pessoas muito arrumado, San Miguel de bares e pessoas pachangueo “bem vestido”, Portugalete e Cantarranas e bares mais especializados (mods, Heavies, punks…)

Este planeamento é para um dia, mas se você pode ficar mais tempo e não tenho dúvida de que a cidade e suas cidades vizinhas oferecem uma grande variedade de pontos turísticos, castelos e lugares para se visitar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixar uma resposta

2 pensamentos “Valladolid: coisas para fazer em um dia

  • Cleofe

    Olá

    Tenho visitado o seu blog e seu conteúdo para ser excelente. Conteúdo bastante dinâmico e atualizado. Seria um prazer contar a partir do seu blog em mi diretório, Eu também tenho certeza que você vai ajudar.

    Se você gosta no dudes em contactar-.

    Muitos sucessos para você

    Atenciosamente

  • Nana

    Toda vez que ouço de Valladolid Eu me lembro quando eu estava na faculdade e as pessoas falavam sobre Pucela, e eu não tinha idéia do que era, mas eu tinha vergonha de perguntar…